Polícia civil conclui inquérito sobre morte de criança em ritual

Os pais do bebê e outras cinco pessoas foram indiciadas pelo crime
Por Redação

Foto: reprodução redes sociaisBebê Wesley foi morto em dezembro do ano passado
Bebê Wesley foi morto em dezembro do ano passado

A Polícia Civil do Estado do Piauí concluiu no dia 27 de abril, as investigações do caso da morte do bebê Wesley Carvalho, a informação foi divulgada ontem 5 de maio, pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. A criança de apenas 1 ano e 10 meses, supostamente teria sido raptada dos braços da mãe, e o caso foi denunciado como sequestro na delegacia, pelos pais de Wesley.

De acordo com o relatório do inquérito policial, a própria mãe do bebê e mais seis membros da família participaram do crime de homicídio com ocultação do cadáver. Segundo as investigações, quarenta dias após o homicídio, por pressão de outros familiares, os autores decidiram forjar o rapto da criança. Mesmo após diligências, pelas próprias características da execução do crime, não foi possível localizar os restos mortais da vítima. 

>> Confira a tabela dos jogos e classificação dos campeonatos nacionais.

A materialidade do crime ficou demonstrada pelos depoimentos e outros elementos informativos nos autos de inquérito policial, que foram robustos para fortalecer a conclusão do indiciamento. Após a conclusão, o inquérito foi encaminhado à justiça.