Ventania deixa alguns bairros de Teresina sem energia nesta quarta-feira 29

Em nota a empresa responsável pelo fornecimento de energia na capital justificou o fato
Por Redação

Em Teresina capital do estado do Piauí, é comum ocorrer casos de falta de energia elétrica em alguns bairros após fortes ventos, desta vez não seria diferente, após uma forte ventania que ocorreu na tarde desta terça-feira 28, alguns pontos da cidade ficaram sem energia.

Na manhã desta quarta-feira 29, a cidade ainda permanece sem energia em alguns pontos na zona norte, causando prejuízos para empresas e moradores da região como é o caso de um comerciante identificado como Adriano, ele que possui um frigorífico localizado na região da grande Santa Maria, teve que ver parte dos produtos estragarem por conta da falta de energia. 

Outros moradores e comerciantes da região afirmam ter entrado em contato com a empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica na capital, Equatorial Piauí, porém sem sucesso.

Em nota à imprensa a Equatorial informou que está a par da situação e que trabalha para resolver o problema o quanto antes. Confira a nota na íntegra:

"A Equatorial Piauí esclarece que os fortes ventos que atingiram Teresina no final da tarde desta terça (28), ocasionaram danos na rede elétrica e interrupção no fornecimento de energia em algumas áreas da Capital. A maior parte das ocorrências está relacionada a árvores e objetos lançados sobre a rede.

Desde o início das ocorrências, com o aumento do número de demandas, a Distribuidora ampliou o contingente operacional para as atividades em campo, acrescendo em 5 vezes o volume de equipes para atendimento emergencial. As equipes estão empenhadas e atuaram durante toda a noite e madrugada, priorizando áreas com o maior número de clientes impactados.

O cenário no início da manhã de hoje é de normalização de mais de 60% dos clientes que tiveram o fornecimento interrompido. As equipes seguem trabalhando ao longo do dia, até que o serviço seja restabelecido a 100% dos clientes impactados."

Saiba mais sobre: