Morre o músico Erasmo Carlos aos 81 anos, no Rio

Segundo nota divulgada pela família, artista morreu devido a uma paniculite cutânea
Por Redação

Morreu na tarde desta terça-feira 22, no Rio de Janeiro o cantor e compositor Erasmo Carlos, aos 81 anos de idade. O artista que foi um dos maiores ícones da Jovem Guarda, estava internado no Hospital Barra Dor onde foi entubado na manhã de ontem e no início da tarde ele teve uma piora e acabou falecendo.

A informação da morte foi confirmada pela família. De acordo com uma nota divulgada à imprensa, o músico havia sido internado no dia 2 de novembro no Rio de Janeiro, com um quadro de paniculite complicada por sepse de origem cutânea. Paniculite é uma inflamação da camada de gordura que fica abaixo da pele.

Vale lembrar que, o artista passou duas semanas do início de novembro internado para tratar de uma síndrome edemigênica e depois recebeu alta. No final de agosto do ano passado, o cantor também foi internado por oito dias após contrair covid-19.

Ainda de acordo com a nota, o velório do cantor será fechado à família e amigos íntimos.